sexta-feira, 3 de outubro de 2008

C. H. Spurgeon disse certa vez: "Um cachorro costumava entrar em meu jardim por um buraco na cerca e fazia ali o que não me agradava. Um dia eu joguei uma pequena vara sobre ele. O animal pegou o que eu lhe havia arremessado e depositou suavemente aos meus pés. Ele me cutucou com um ar de confiança e eu lhe afaguei a cabeça dizendo:” Bom cachorro! Pode voltar quando quiser “.

Enfrentamos, durante toda a vida, momentos de aflição que trazem incômodos aos nossos corações. Sentimo-nos, muitas vezes, atingidos por coisas e pessoas que julgamos invadirem o nosso espaço e o primeiro ímpeto que surge é o de reagir, Afinal, não podemos ter os nossos direitos violados e nem a•nossa liberdade atingida. Na realidade, nos faltam confiança e segurança. Não queremos encarar cada situação como uma forma de crescimento e aprimoramento de nossa vida pessoal e espiritual.

As circunstâncias se formam exatamente para que, encarando-as sem temor, possamos firmar nossos ideais e encontrar a melhor maneira de alcançarmos os nossos sonhos. Deus permite que coisas aconteçam em nossa vida para que aprendamos a lidar com nossas fraquezas e incertezas.

Em toda situação Ele se coloca à nossa frente, com as mãos estendidas, numa demonstração de que estará sempre pronto a interferir quando algo estiver errado. Diante de raios e trovoadas, e mesmo tendo que enfrentar momentos inesperados e agitados, com fé veremos a mão do Senhor operando e as nossas inquietações acabarão repousando suavemente diante de nossos pés.

Parece um pouco utópico pensar assim, principalmente em um momento em que toda a nossa segurança social e política parece estar sucumbindo causando tanta tristeza. Olhamos e só vemos questionamentos e dúvidas. Esse é um momento atípico, precioso para o crescimento. A sede de poder, posição financeira, tem corrompido homens e mulheres de bem.

Diante disso, vivamos na certeza de que há uma solução e que todos os nossos questionamentos e dúvidas acabam quando começa a soberana presença de Deus.

Que para tanto Ele nos abençoe!

Nenhum comentário:

Postar um comentário