sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Nos Vendavais da Vida

Pegue-se fitando uma árvore no tempo, o vento soprará e ela irá pra lá e pra cá num movimento suave e harmonioso. Olhando para essa mesma árvore em meio a um vendaval, veremos que seu movimento se tornará agitado, complexo e desarmonioso! E não estando bem enraizada, cairá.

Assim somos nós, somos arvores, nas quais soprando os vendavais da vida, balançaremos, sacudiremos, mas estando bem enraizados, não cairemos.

Nossas raízes precisam estar profundas e fortes na Palavra, essa Palavra é o solo que nos sustenta; nossas raízes precisam buscar a obediência, a fé, a perseverança, a confiança, a atitude, em nos esvair de nós mesmos.

Um bom exemplo de raiz profunda foi o Jovem Davi, o qual diante de um tufão chamado Golias, enraizado na Palavra, triunfou!!!!

Nessa batalha contra o gigante Golias, descrita no livro de I Samuel 17: 1 -51, vemos a tempestade na vida de Davi:

- se formar (17:8);
- se apresentar (17:16);
- tentar desanimá-lo ( 17:33),
- acontecer, literalmente, cair (17:48);
- começar a cessar (17:49) e
- cessar (17:51).

Mas para ter passado por esse vendaval sem cair, Davi mostrou que suas raízes estavam firmadas na Palavra da seguinte forma:

- Na obediência (17:17:20),
- Na perseverança e confiança (17:33),
- Na Atitude ( 17:26b),
- No Preparo (17:34 - 36),
- Em se esvair das coisas humanas (17:38b) e
- Na fé (17:49)

Tomemos esse exemplo de Davi.

Um comentário:

  1. Seus textos ótimos,como sempre.
    Muita saudade de todos vocês!
    Quando tiver um tempinho entra no meu blog tbém: meudesenvolvimento.blogspot.com
    Bjos,

    Juliana

    ResponderExcluir