segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Redescobrindo seu casamento

A família vai bem, obrigado! Acho que essa é a resposta que quase todos damos diariamente as pessoas. Quando alguém pergunta sobre a nossa família a gente quase que automaticamente responde que ela vai muito bem! E isso faz a gente perder um pouco a nossa autocrítica da nossa avaliação a respeito de como anda a nossa família, de como ela vive..

A verdade é que nesses últimos anos a família tem passado por profundas transformações, os relacionamentos mais do que nunca estão sendo fragmentados e as pessoas já não conseguem ter uma vida saudável uma vida agradável, uma vida gostosa a nível familiar.

No princípio da criação uma das coisas que gente percebe é que a mulher ao ser tentada pela serpente estava sozinha. A solidão é uma das marcas da família moderna, uma grande parte das mulheres vive absolutamente sozinha, dorme na mesma casa, na mesma cama, mas há uma parede que a separa das pessoas.

Essa mulher ficou sozinha, o seu marido foi indiferente a ela, por isso satanás teve oportunidade de tentá-la. A responsabilidade era dele e ele se omitiu. Vivemos o tempo da omissão dos homens. O que aconteceu com aquele casal? O homem deixou a mulher sozinha, satanás inverte os valores e põe em dúvida o projeto de Deus.

A primeira coisa que aconteceu é que a visão, a cosmo visão, a visão daquelas pessoas foi transformada foi mudada, as diferenças que Adão e Eva tinham antes era uma coisa agradável, agora, depois que eles pecam depois que o pecado entra no processo, as diferenças que tinham entre eles passaram a ser um problema.

Existem papeis do ponto de vista de Deus que devem ser cumpridos. E as diferenças dos papeis devem ser mantidos e considerados.

Nós estamos invertendo isto, porque a nossa compreensão da realidade está sendo mudada, o que satanás faz é mudar e fazer a gente entender essas diferenças como coisas negativas, mas elas são coisas saudáveis. Eu não sou igual a uma mulher eu sou diferente, e essa diferença faz parte do projeto de Deus, o meu filho é homem ele nasceu homem e essa diferença é importante na vida dele, a minha filha é mulher tem características de mulher, ela tem aspectos de mulher, essas diferenças é que nos tornam mais belos mais significativos, mais importantes e isso faz parte do projeto de Deus e da vontade de Deus para a nossa vida.

Hoje o diálogo tem sido deixado de lado dentro da família, tem mulheres que sabem que seus maridos ouvem todo mundo menos a elas. Porque não lhes é permitido falar elas têm medo de ir ao encontro do outro.

Aqui nesse casal aconteceu o seguinte: depois que o pecado entrou passou a haver duas pessoas, uma que acusava e a outra que era a vítima. Em todo o relacionamento é assim. Primeiro o homem acusou a mulher, ele se tornou acusador e ela passou a ser a vítima, depois a mulher não quis acusar o marido, mas acusou a serpente, em últimas palavras Deus passou a ser vítima de ter provocado toda aquela situação, porque foi ele que criou a serpente.

Geralmente nos relacionamentos conjugais é assim. Tem um que acusa e tem outro que é a vítima, é por isso que começam a se dar as brigas e confusões e as pessoas começam a colecionar coisas ruins, de palavras ruins ao longo do tempo, um é sempre a vítima e o outro é sempre o acusador.

Agostinho de Hipona dizia que se a gente olhasse pra nossa própria vida interior de uma vez só nós não suportaríamos e morreríamos. O salmista ora e pede para que o Espírito Santo o convide a entrar em si mesmo": " sonda-me ó Deus e vê se há em mim algum caminho mau". Esta oração que você tem que fazer hoje, você tem que tirar seus olhos do outro em primeiro lugar, você tem que olhar para a sua própria vida e ver onde são os pontos vulneráveis no teu relacionamento.

Quero anunciar que o Deus que nós pregamos é um Deus que restaura a família. É um Deus que restaura relacionamentos, é um Deus que cura, é um Deus que junta aquilo que as pessoas pensavam que não era possível juntar, é um Deus que olha com amor, com misericórdia e zela por esse projeto precioso que é o relacionamento do marido e da mulher.

3 comentários:

  1. A Paz do Senhor, Pastor meu nome é Sandra e gosto muito das suas matérias o Sr. não tem noção o quanto eu gosto do que envia referente a ca meu curso de casais, estou iniciando amanhã dia 05/08 meu curso de Teologia, tenho muita vontade de trabalhar com casais na igreja, já faz algum tempo que Deus vem tocando no meu coração e do meu esposo, mas quero esta bem preparada, então estou lendo muito a respeito deste tema Casais, peço a Deus que me capacite para que eu possa fazer o melhor...Obrigada Pastor

    ResponderExcluir
  2. Pr. Mauro,
    Tu sabes que desde a primeira vez que ouvi uma pregação sua, eu disse a mim mesma: "Esse cara é o meu pastor!". E a cada ministração isso foi ficando mais evidente para mim, tudo o que falas ou escreve, entra profundamente em meu coração. Te admiro pelo que és, e não importa a distância, continuarei te admirando e te chamando de "Meu Pastor". O texto que li, amei. Continues assim, sempre usado por Deus e abençoando vidas!
    Com carinho, Isabel de Paula

    ResponderExcluir
  3. Pastor Mauro!!!
    Que JESUS abençoe a cada dia tua linda família!

    ResponderExcluir